Papel do Enfermeiro de Reabilitação à Pessoa em situação Crítica com COVID-19: Estudo de caso
PDF

Palavras-chave

Enfermagem em Reabilitação
COVID-19
exercícios respiratórios
plano de cuidados de enfermagem
Estudo de caso

Como Citar

1.
Barros C, Pinheiro M, Pinheiro G. Papel do Enfermeiro de Reabilitação à Pessoa em situação Crítica com COVID-19: Estudo de caso. Rev Port Enf Reab [Internet]. 31 de Dezembro de 2022 [citado 29 de Janeiro de 2023];5(2). Disponível em: https://rper.aper.pt/index.php/rper/article/view/249

Citações

Dimensions

Resumo

Introdução: A COVID-19 pode provocar doença moderada a severa com internamento prolongado em unidade de cuidados intensivos tendo repercussões a nível respiratório, motor e cognitivo. Como tal é importante perceber o contributo dos enfermeiros de reabilitação na recuperação da pessoa em situação crítica.

Metodologia: Estudo de caso do tipo descritivo de acordo com as guidelines do Case Report. Trata-se de uma pessoa do sexo masculino, com 67 anos, internado na medicina interna, área dedicada a COVID-19, com o diagnóstico de pneumonia por COVID-19. Os focos de atenção foram o autocuidado, a força muscular, o equilíbrio, a marcha, a ventilação, e a deglutição.  Face a estes focos foi delineado e implementado um plano de intervenção de acordo com a evolução da pessoa e posteriormente reavaliados os principais outcomes.

Resultados: Com cinco dias de intervenção a pessoa, segundo a escala de Barthel melhorou de um score 5 para 65; Borg score de 8 para 3; FiO2 35% para 21%; Tinetti 0/0 para 11/9; força muscular medical research council (MRC) score 2 para 4 e gugging swallowing screen (GUSS) score 5 para 8.

Discussão: O estudo de caso evidencia a necessidade e importância da implementação de um plano de cuidados adequados a cada pessoa, tendo por base critérios de segurança e progredindo conforme a tolerância da pessoa.

Conclusão: Com as intervenções do Enfermeiro Especialista em enfermagem de Reabilitação é possível reduzir as sequelas decorrentes do internamento em UCI.

https://doi.org/10.33194/rper.2022.249
PDF

Referências

National Center for Immunization and Respiratory Diseases. Centers for disease Control and prevention. Interim Clinical Guidance for Management of Patients with Confirmed Coronavirus Disease (COVID-19). 2021.

Siddiqi HK, Mehra MR. COVID-19 illness in native and immunosuppressed states: A clinical–therapeutic staging proposal. Vol. 39, Journal of Heart and Lung Transplantation. Elsevier USA; 2020. p. 405–7.

Direcção Geral da Saúde. Abordagem do Doente com Suspeita ou Confirmação de COVID-19. Lisboa; 2021 Apr.

Musheyev B, Borg L, Janowicz R, Matarlo M, Boyle H, Singh G, et al. Functional status of mechanically ventilated COVID-19 survivors at ICU and hospital discharge. Journal of Intensive Care. 2021 Dec 1;9(1).

Rawal G, Yadav S, Kumar R. Post-intensive care syndrome: An overview. Journal of Translational Internal Medicine. 2017 Jun 30;5(2):90–2.

Davydow DS, Zatzick D, Hough CL, Katon WJ. In-hospital acute stress symptoms are associated with impairment in cognition 1 year after intensive care unit admission. Ann Am Thorac Soc. 2013 Oct;10(5):450–7.

Fan E, Dowdy DW, Colantuoni E, Mendez-Tellez PA, Sevransky JE, Shanholtz C, et al. Physical complications in acute lung injury survivors: A two-year longitudinal prospective study. Critical Care Medicine. 2014;42(4):849–59.

Mesa do Colégio de Especialidade em Enfermagem de Reabilitação. Cuidados de Enfermagem de Reabilitação para pessoas com COVID-19. Lisboa; 2020.

de Andrade SR, Ruoff AB, Piccoli T, Schmitt MD, Ferreira A, Xavier ACA. O estudo de caso como método de pesquisa em enfermagem: Uma revisão integrativa. Vol. 26, Texto e Contexto Enfermagem. Universidade Federal de Santa Catarina; 2017.

Gagnier JJ, Kienle G, Altman DG, Moher D, Sox H, Riley D, et al. The CARE guidelines: Consensus-based clinical case reporting guideline development. BMJ Case Reports. 2013 Oct 23.

Mesa do Colégio de Especialidade em Enfermagem de Reabilitação. Instrumentos de recolha de dados para a documentação dos Cuidados Especializados em Enfermagem de Reabilitação. Lisboa; 2017.

Mesa do Colégio de Enfermagem de Reabilitação. Guia Orientador de Boa Prática. Lisboa: Ordem dos Enfermeiros; 2018. 134–160 p.

Aytà YK, Köseo?lu BF, TaÅkiran ÖÖ, Ordu-Gökkaya NK, DelialioÄa&lu SÜ, Tur BS, et al. Pulmonary rehabilitation principles in SARS-COV-2 infection (COVID-19): A guideline for the acute and subacute rehabilitation. Turkish Journal of Physical Medicine and Rehabilitation. 2020;66(2):104–20.

Ferrando C, Mellado-Artigas R, Gea A, Arruti E, Aldecoa C, Bordell A, et al. Patient characteristics, clinical course and factors associated to ICU mortality in critically ill patients infected with SARS-CoV-2 in Spain: A prospective, cohort, multicentre study. Revista Espanola de Anestesiologia y Reanimacion. 2020 Oct 1;67(8):425–37.

Grasselli G, Greco M, Zanella A, Albano G, Antonelli M, Bellani G, et al. Risk Factors Associated with Mortality among Patients with COVID-19 in Intensive Care Units in Lombardy, Italy. JAMA Internal Medicine. 2020 Oct 1;180(10):1345–55.

Parohan M, Yaghoubi S, Seraji A, Javanbakht MH, Sarraf P, Djalali M. Risk factors for mortality in patients with Coronavirus disease 2019 (COVID-19) infection: a systematic review and meta-analysis of observational studies. Vol. 23, Aging Male. Taylor and Francis Ltd.; 2021. p. 1416–24.

Prazeres VMP, Dias Ribeiro C, Santos Marques GF. CONTRIBUTO DA ENFERMAGEM DE REABILITAÇÃO NAS UNIDADES DE CUIDADOS INTENSIVOS. Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação. 2021 Sep 13;4(2):88–92.

Diário da República 2o serie-N85. Regulamento das competências específicas do enfermeiro especialista em Enfermagem de Reabilitação. regulamento 192/2019. 2019. p. 13565–8.

Ribeiro O. Enfermagem de Reabilitação Conceções e Práticas. 1st ed. Lidel, editor. Vol. 1. Lisboa; 2021. 67–75 p.

Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação. PLANO DE ATUAÇÃO NA REABILITAÇÃO DE DOENTES ADMITIDOS NA UNIDADE DE CUIDADOS INTENSIVOS POR COVID-19. 2020 Mar.

Raposo P, Sousa L. Intervenção do enfermeiro especialista em reabilitação na dispneia da pessoa com covid-19: relato de caso. Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação. 2020 Nov 17;3(S2):5–15.

Zuercher P, Moret CS, Dziewas R, Schefold JC. Dysphagia in the intensive care unit: Epidemiology, mechanisms, and clinical management. Vol. 23, Critical Care. BioMed Central Ltd.; 2019.

Frajkova Z, Tedla M, Tedlova E, Suchankova M, Geneid A. Postintubation Dysphagia During COVID-19 Outbreak-Contemporary Review. Dysphagia. 2020 Aug 1;35(4):549–57.

Wu CP, Xu YJ, Wang TG, Ku SC, Chan DC, Lee JJ, et al. Effects of a swallowing and oral care intervention for patients following endotracheal extubation: A pre- A nd post-intervention study. Critical Care. 2019 Nov 9;23(1).

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0.

Direitos de Autor (c) 2022 Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação

Downloads

Não há dados estatísticos.

  Acessos ao Resumo    80
   
  PDF   42