Editorial - RPER v5n2
PDF

Descritores

Enfermagem de Reabilitação

Como Citar

1.
Pereira da Rocha BM. Editorial - RPER v5n2. Rev Port Enf Reab [Internet]. 5 de Novembro de 2022 [citado 8 de Dezembro de 2022];5(2). Disponível em: https://rper.aper.pt/index.php/rper/article/view/293

Citações

Dimensions

Resumo

18OUT2022

 

Dia Nacional do Enfermeiro de Reabilitação (DNER), iniciativa para homenagear todos e todas que iniciaram, desenvolveram e continuam a desenvolver a ciência da Enfermagem de Reabilitação (ER).

Na década de 60, a Enfermagem de Reabilitação teve a sua génese quando a Enfermeira Sales Luís assumiu a responsabilidade da formação, com a abertura a 18 de outubro de 1965, do 1.º Curso de Especialização de Enfermagem de Reabilitação (CEER).

Neste sentido, a Associação Portuguesa dos Enfermeiros de Reabilitação (APER) entendeu ser da maior relevância a criação do DNER, tendo dado início a uma Petição, iniciativa que foi apoiada e suportada por inúmeros Enfermeiros de Reabilitação. Desta forma, o perpetuar da memória, do exemplo, da visão, da proatividade, do empenho e vinculação da Enfermeira Sales Luís para com a Enfermagem de Reabilitação, foi aprovado em 26 de novembro de 2021, através da Resolução da Assembleia da República n.º 347/2021, instituindo o dia 18 de outubro como o Dia Nacional da Enfermagem de Reabilitação.

Associadas a este Dia, devem ficar o nome das primeiras 14 enfermeiras, deste primeiro CEER: Isabel Maria Belo Salgueiro, Lisete Sousa Fradique Ribeiro, Maria Angelina Jesus Gonçalves, Maria Gabriela Paiva e Silva, Maria Isabel Ramires Sanches, Maria José Vasconcelos Hasse, Maria José Vieira da Silva Pavia, Maria Leonor Gonçalves Oliveira Carvalho, Maria Manuela Mesquita Pires, Maria Teresa Gonzales Conceição Briz, Maria Clara da Conceição Gonçalves, Marília da Graça Monteiro, Maria Amélia Maia de Carvalho e Isabel Sangareau.

Uma homenagem e saudação especial, pois só com a continuidade do empenho e dedicação destas enfermeiras foi possível a dinamização e afirmação da prática e proliferação dos futuros cursos.

Sendo este um número comemorativo, salientamos ainda como marco significativo e importante para este Dia, a importância das primeiras eleições da APER, que tiveram lugar a 27 de outubro de 1979, onde surgiram os primeiros corpos gerentes: Presidente da Comissão Eleitoral e da Assembleia Geral - Lisete Fradique Ribeiro, Presidente do Conselho Fiscal - Joaquim Garrido e Presidente da Direção - José Ferreira Pacheco dos Santos.

Ao longo do tempo, a APER tem tido um papel relevante e crescente, no reconhecimento, evolução e desenvolvimento da profissão por parte dos pares e da sociedade em geral. Assim, também deixamos aqui para memória futura, um singelo tributo a todos os Presidentes da Direção (e restantes elementos das equipas), até à presente data: José Ferreira Pacheco dos Santos, Maria de Lurdes Carvalho Sales Luís, Maria Margarida de Oliveira Sousa Ribas de Matos, Esmeralda Leal da Cruz, Ana Paula Eusébio, Maria José de Vasconcelos Hasse, Maria Isabel Barbosa Ribeiro e Belmiro Manuel Pereira da Rocha.

A ER vem crescendo e consolidando o seu campo de ação nos Cuidados de Saúde, contanto para isto com a imprescindível colaboração de todos os colegas no terreno, das Instituições de Ensino de Enfermagem de Reabilitação e das diferentes Associações Profissionais de Enfermagem. Ao longo destas décadas, foram vários os documentos produzidos e que demonstram e traduzem a evidência da importância da Enfermagem de Reabilitação em todas as áreas da saúde. Dos muitos documentos, salientamos o Regulamento n.º 392/2019 (Regulamento das Competências Específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação), onde se lê:

"A reabilitação, enquanto especialidade multidisciplinar, compreende um corpo de conhecimentos e procedimentos específicos que permite ajudar as pessoas com doenças agudas, crónicas ou com as suas sequelas a maximizar o seu potencial funcional e independência. Os seus objetivos gerais são melhorar a função, promover a independência e a máxima satisfação da pessoa e, deste modo, preservar a auto-estima.”

Não podia deixar de referir a importância da criação da Bolsa de Investigação Maria Manuela Martins (BIMMM), assim como desta nossa Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação (RPER), que a partir desta data, dá um importante passo, com o começo da publicação contínua.

 

E não vamos ficar por aqui, contamos com todos!

FELICITAÇÕES A TODOS OS ENFERMEIROS DE REABILITAÇÃO

https://doi.org/10.33194/rper.2022.293
PDF

REFERÊNCIAS

.

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0.

Direitos de Autor (c) 2021 Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação

Downloads

Não há dados estatísticos.

  Acessos ao Resumo    38
   
  PDF   74