Terapia de espelho na reabilitação do membro superior pós Acidente Vascular Cerebral
PDF
HTML

Descritores

Terapia de espelho
Acidente Vascular Cerebral
Enfermagem em reabilitação
Lateralidade de controlo motor

Categorias

Como Citar

1.
Freitas SCC de, Rodrigues CM Ângelo, Pratas LFP, Almeida SIF de. Terapia de espelho na reabilitação do membro superior pós Acidente Vascular Cerebral: Estudo de caso. Rev Port Enf Reab [Internet]. 16 de Dezembro de 2021 [citado 5 de Outubro de 2022];5(1):15-9. Disponível em: https://rper.aper.pt/index.php/rper/article/view/192

Citações

Dimensions

Resumo

Introdução: A perda da função motora dos membros superiores é um dos défices mais debilitantes após Acidente Vascular Cerebral (AVC). A Terapia de Espelho (TE) é uma abordagem promissora que visa melhorar a aprendizagem motora e promover a reorganização neural por meio de diferentes entradas aferentes e padrões de feedback visual.

Objetivo: Identificar os ganhos obtidos pela intervenção do enfermeiro de reabilitação através de um protocolo de TE.

Método. Trata-se de um estudo de caso, com um desenho experimental de caso único, onde foi selecio­nado um indivíduo do sexo masculino, 78 anos, hemiparesia à esquerda, devido a AVC isquémico, com boa capacidade cognitiva. Protocolo de intervenção de 15 sessões, com duração de 30 minutos, onde foi implementada a TE. Os ins­trumentos utilizados foram: Questionário Mini Mental State Examination (MMSE); Escala Motor Activity Log (MAL); Disabilities of the Arrm, Shouder and Hand (DASH) e a Escala de movimento da mão (MM).

Resul­tados. Foi observada uma melhoria através do ganho da independência e habilidade motora no membro superior parético pós AVC, após intervenção com TE.

Discussão:  O paciente avaliado evidenciou melhoria motora durante as atividades de vida diárias (AVD). Este resultado é corroborado por outros estudos de aplicação da TE e o uso da imagética motora, após AVC.

Conclusão. A TE gerou efeitos positivos na função motora, do paciente avaliado.

https://doi.org/10.33194/rper.2021.192
PDF
HTML

REFERÊNCIAS

Carr, J. e Shepherd, R. (2008). Acidente Vascular Cerebral - Reabilitação Neurológica: otimizando o desempenho motor. Manole. p.253-288

INE (2020). Causas de morte 2018. Destaque. Publicado a 21 de Fevereiro de 2020, consultado a 10.11.2021 in file:///C:/Users/Catarina%20Freitas/Downloads/21Causas_Morte_2018.pdf

Pereira, A. F., Silva, A. M., Reis, L. M., Kosour, C., & Silva, A. T. (2013). Terapia Espelho na Reabilitação do Membro Superior Parético: relato de caso. Revista Neurociências, 21(4),587–592. https://doi.org/10.34024/rnc.2013.v21.8151

Ramachandran, V. e Blakeslee, S.(2004). Fantasmas no cérebro. Record.

Castro, R. et al., (2010). Terapia do Espelho e hemiparesia. Fisioterapia Brasil. Setembro/outubro de 2010, Vol. 11, pp. 392-398.

Castro, P. et al.,(2018). Terapia por caixa de espelho e autonomia no auto cuidado após acidente vascular cerebral: programa de intervenção. Revista de enfermagem. Abril/maio/junho de 2018, Vols. 4, nº 17, pp. 95-106.

Costa, V. et al.,(2016). Efeitos da terapia espelho na recuperação motora e funcional do membro superior com paresia pós AVC: Uma revisão sistemática. Revista de fisioterapia. Vol. 3 nº 4, pp. 431-438.

Zeng, W. (2018). Mirror Therapy for motor function of the upper extremity in patients with stroke: A meta -analysis. J. Rehabilitation Medicine, Vol. 50, pp. 8-5. 1.

Silva, A. e Vieira, K. (2017). A eficácia da terapia Espelho no processo de recuperação motora e funcional em pacientes com acidente vascular encefálico. Rev. Atent. Saúde. julho- setembro de 2017, Vols. 15, nº 53, pp. 103-109.

Pereira, F. et al.,(2013). Terapia Espelho na Reabilitação do membro superior parético - Relato de caso. Rev. Neurocienc. 2013, pp. 587-592.

Blanco - Alonso, M. e Da Cuña - Carrera, I.(2019) Efectividad de la terapia en espejo en la rehabilitación del ictus. archivos de Neurociencias. Vol. 24 nº 4, pp. 48-58.

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0.

Direitos de Autor (c) 2021 Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação

Downloads

Não há dados estatísticos.

  Acessos ao Resumo    543
   
  PDF   365
 
  HTML   3