TEORIA DE ENFERMAGEM DE REABILITAÇÃO COMO PROCESSO EMANCIPATÓRIO: NOTA PRÉVIA
PDF
HTML

Palavras-chave

enfermagem de reabilitação
teorias de enfermagem
teoria do reconhecimento

Categorias

Como Citar

1.
Porcelis Vargas C, Amorim Zuchetto M, Dornelles Schoeller S, Ferreira Pereira Da Silva Martins MM. TEORIA DE ENFERMAGEM DE REABILITAÇÃO COMO PROCESSO EMANCIPATÓRIO: NOTA PRÉVIA. Rev Port Enf Reab [Internet]. 15 de Dezembro de 2020 [citado 23 de Junho de 2021];3(2):76-9. Disponível em: http://rper.aper.pt/index.php/rper/article/view/66

Citações

Dimensions

Resumo

Introdução: O cuidado de enfermagem de reabilitação tem sua prática delineada no cenário internacional, constituindo-se de uma assistência baseada em evidência que pretende acrescentar qualidade de vida e, para tal, é necessário que teorias de enfermagem sustentem cientificamente a prática realizada. É sabido que muitas teorias de saúde e enfermagem compõem o escopo prático da assistência desta especialidade, entretanto é hora de refletir teoricamente o que podemos fazer diferente.

Objetivos: Construir um modelo teórico acerca da enfermagem de reabilitação enquanto processo emancipatório, assim como validar internamente o conteúdo e apliá-lo como teoria na realidade de reabilitação.

Método: Estudo metodológico de construção de teoria em enfermagem.

Resultados: Espera-se construir uma Teoria de Enfermagem de Reabilitação à luz da Teoria do Reconhecimento de Axel Honneth, através de um fluxo metodológico ortodóxo e fundamentação literária e experiência prática.

Conclusão: Faz-se necessário mais estudos que aprofundem o cuidado de enfermagem de reabilitação enquanto ciência. Isto posto, o presente estudo propoe a construção de uma Teoria de Enfermagem de Reabilitação.

https://doi.org/10.33194/rper.2020.v3.n2.11.5813
PDF
HTML

Referências

Schoeller SD, Martins MMFPS, Ramos FRS, Vargas CP, Zuchetto MA, Lima DKS. Rehabilitation nursing care and emancipatory process. Rev. Enf. Ref. [Internet]. 2020 Abr [citado 2020 Out 22]; V(2): e19084-e19084. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0874-02832020000200015&lng=pt. http://dx.doi.org/10.12707/RIV19084.

Martins MMFPS; Ribeiro OMPL, Silva JV. Orientações concetuais dos enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação em hospitais portugueses. RPER. [Internet]. 2018 [citado 2020 Out 22]; 1(2):42-48. Disponível em: https://www.aper.pt/Ficheiros/Revista/RPERV1N2.pdf.

Honneth, A. Luta por reconhecimento: a gramática moral dos conflitos sociais. 1ª ed. São Paulo (SP): Editora 34; 2003.

Fitzpatrick, J. J., & WHALL, A. L. Conceptual models of nursing-analysis and application. Mary land: Apprentice Hall Publisher, 1983.

Walker, L., & Avant, K. Strategies for theory construction in nursing 3rd edition. Norwalk, CT: Appleton & Lange, 1983.

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0.

Direitos de Autor (c) 2020 Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação

Downloads

Não há dados estatísticos.
119 visualizações

ISSN: 2184-3023      Identificadores:   Crossref logo   Crossref logo      Revisores:    

Indexado em: