A presença da família nos hospitais em tempos de pandemia e o paradoxo da segurança do doente
PDF
XML

Descritores

Segurança do Paciente
Hospitalização
COVID-19
Gestão de Segurança
Enfermagem de Reabilitação
Enfermagem Famíliar

Categorias

Como Citar

1.
Correia T, Martins MM, Barroso F. A presença da família nos hospitais em tempos de pandemia e o paradoxo da segurança do doente. Rev Port Enf Reab [Internet]. 2 de Dezembro de 2021 [citado 22 de Janeiro de 2022];4(2):47-56. Disponível em: https://rper.aper.pt/index.php/rper/article/view/176

Citações

Dimensions

Resumo

Introdução: Devido à pandemia por COVID-19, para garantir a segurança dos cuidados de saúde e conter a sua transmissão, foram adotadas medidas restritivas que afastaram as famílias dos doentes hospitalizados. Tais medidas trouxeram implicações.

Objetivo: analisar, a partir dos discursos dos enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação (EEER), as vantagens, desvantagens e contextos da presença da família nos hospitais, à luz da segurança do doente, em contexto pandémico.

Metodologia: Estudo qualitativo interpretativo fundamentado no modelo de risco de James Reason, realizado através de entrevista semiestruturada a 6 EEER escolhidos por conveniência. Realizada análise de conteúdo com recurso ao software Atlas.ti. e à metodologia de Bardin.

Resultados: Foram identificadas 17 categorias agrupadas de acordo com a representação da família na segurança do doente: 10 categorias na visão da família potencializadora de falhas de segurança e 7 no âmbito da família como barreira de segurança.

Discussão: Os EEER consideram a presença da família como muito importante para doentes hospitalizados e para a segurança dos cuidados., No entanto, os seus discursos evidenciam que a sua atuação foi fortemente influenciada pela visão da família como potencial disseminador de infeção, demonstrando uma avaliação mais negativa do que positiva desta presença para a manutenção dessa segurança, nem sempre suportada pela evidencia disponível.

Conclusão: As medidas restritivas poderão estar a contribuir para um retrocesso na prestação de cuidados centrados na família do doente hospitalizado. Contudo, há falta de dados a nível nacional que permitam perceber se as famílias em Portugal representam um risco para a segurança nos hospitalizados.

https://doi.org/10.33194/rper.2021.176
PDF
XML

REFERÊNCIAS

World Health Organization. Corona vírus disease (COVID-19) Situation Dashbord: WHO; 2020 [Available from: https://covid19.who.int.

Chen NS, Zhou M, Dong X, Qu J, Gong F, Hang Y. Epidemiological and clinical characteristics of 99 cases of 2019 novel coronavírus pneumonia in Wuhan, China: adescriptive study. The Lancet 2020;395(10223):507–13.

World Health Organization. WHO Director-General's opening remarques at themedia briefing on COVID-19 – 11 March 2020: WHO; 2020 [Available from: https://www.who.int/director-general/speeches/detail/who-director-general-s-opening-remarks-at-the-media-briefing-on-covid-19---11-march-2020.

Lai J, Ma S, Wang Y, et al. Factors associated with mental health outcomes among health care workers exposed to coronavirus disease 2019. JAMA network open. 2020;3(3):e203976-e.

World Health Organization. Final draft Global Patient Safety Action Plan 2021-2030: towards eliminating avoidable harm in health care. Geneva, Switzerland: WHO; 2021.

Reason J. Human error: models and management. British Medical Journal 2000;320(7237):768-70.

Reason JT, Carthey J, Leval MR. Diagnosing “vulnerable system syndrome”: an essential prerequisite to eVective risk management. Quality in Health Care. 2001;10:ii21–ii5.

DIreçao Geral da Saúde. Orientação nº 038/2020 de 17/12/2020 – COVID-19: Acompanhantes e visitas nas Unidades Hospitalares. Lisboa2020. p. 1-5.

Meiers SJ, Swallow V. COVID-19 Pandemic and Family Nursing: IFNA President and President-Elect Offer a Message to Members USA: International Family Nursing Association; 2021 [Available from: https://internationalfamilynursing.org/2020/03/27/covid-19-pandemic-ifna-president-and-ifna-president-elect-offer-a-message-to-members/.

Johnson BH, Abraham MR. Partnering with Patients, Residents, and Families: A Resource for Leaders of Hospitals, Ambulatory Care Settings, and Long-Term Care Communities. Institute for Patient- and Family-Centered Care; 2012.

Clay AM, Parsh B. Patient- and family-centered care: It's not just for pediatrics anymore. AMA J Ethics. 2016;18(1):40-4.

Hanson SMH. Enfermagem de cuidados de saúde à familia : teoria, prática e investigação. 2ª ed. Loures Lusociência; 2005. 497 p.

Diário da República n.º 79/2015, Série II de 2015-04-23: Regulamento do Perfil de Competências do Enfermeiro de Cuidados Gerais, (2015).

Ordem dos Enfermeiros. Regulamento das Competências Especificas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação. Lisboa: Ordem dos Enfermeiros; 2010.

Fortin M-F. Fundamentos e Etapas no Processo de Investigação. Loures2009. 618 p.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2000.

Correia TSP, Martins MM, Barroso FF. The Family and Safety of the Hospitalized Patient: An Integrative Literature Review. Portuguese Journal of Public Health. 2020;38:1-12.

Bishop SM, Walker MD, Spivak IM. Family presence in the adult burn intensive care unit during dressing changes. Crit Care Nurs. 2013;33(1):14-24.

Verbeek H, Gerritsen DL, Backhaus R, Boer BS, Koopmans R, Hamers J. Allowing visitors back in the nursing home during the COVID-19 crisis: A Dutch national study into first experiences and impact on well-being. Journal of the American Medical Directors Association. 2020;21(7):900-4.

Munshi L, Evans G, Razak F. The case for relaxing no-visitor policies in hospitals during the ongoing COVID-19 pandemic. CMAJ. 2020.

Ehlenbach WJ, Hough CL, Crane PK, Haneuse SJ, Carson SS, Curtis JR, et al. Association between acute care and critical illness hospitalization and cognitive function in older adults JAMA. 2010;303(8):763-70.

Doherty WJ. Family Interventions in Health Care. Family Relations. 1985;34:129-37.

Padilha JM, Silva RP. Impacte da pandemia por COVID-19 nos Enfermeiros de Reabilitação portugueses. Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação. 2020;3(2):102-7.

Institute for Patient-And Family-Centered Care. Family presence during a pandemic: Guidance for decision-making. Bethesda, USA: IPAFCC; 2021.

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0.

Direitos de Autor (c) 2021 Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação

Métricas (visualizações)

Carregando Métricas ...

Acessos ao Resumo - 108

eISSN: 2184-3023 | pISSN: 2184-965X         Identificadores:   Crossref logo   Crossref logo      Revisores:    

Indexado em: