Fadiga na pessoa com sequelas da COVID-19, uma proposta de reabilitação: Estudo de Caso
PDF
HTML

Descritores

Fadiga
Reabilitação Respiratória
COVID-19
Enfermagem de Reabilitação
Intolerância à atividade

Categorias

Como Citar

1.
Barbosa F, Figueiredo P, Mesquita ACNM, Pestana H. Fadiga na pessoa com sequelas da COVID-19, uma proposta de reabilitação: Estudo de Caso. Rev Port Enf Reab [Internet]. 19 de Janeiro de 2022 [citado 5 de Outubro de 2022];5(1):40-5. Disponível em: https://rper.aper.pt/index.php/rper/article/view/185

Citações

Dimensions

Resumo

Introdução: A COVID-19 pode causar sequelas persistentes, sendo a mais descrita a fadiga. Os enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação são portadores de conhecimento especializado no controlo e redução da mesma.

Objetivo: Pretende-se identificar os ganhos sensíveis à reabilitação respiratória no foco de ventilação e intolerância à atividade; analisar a tolerância ao esforço na pessoa após infeção com-COVID-19 e verificar a efetividade das intervenções do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação no controlo e redução da fadiga em pessoas com sequelas de COVID-19.

Método: Estudo de caso com recolha de dados quantitativos e qualitativos. Apresenta-se o caso de uma pessoa com sequelas pós-COVID e fraqueza muscular adquirida nos cuidados intensivos, caracterizada por uma ventilação ineficaz e intolerância à atividade. Resultados: O processo de enfermagem, integrou as recomendações de reabilitação respiratória da Sociedade Chinesa de Medicina de Reabilitação, com 14 sessões verificou-se: redução de fadiga, aumento da capacidade vital, aumento das distâncias percorridas e aumento da autonomia na realização das AVD.

Conclusões: Com a implementação de um plano de cuidados de enfermagem de reabilitação individualizado é possível atuar no controlo e redução da fadiga em pessoas com sequelas da COVID-19, proporcionando ganhos em saúde sensíveis aos cuidados aos cuidados de enfermagem de reabilitação.

https://doi.org/10.33194/rper.2022.185
PDF
HTML

REFERÊNCIAS

Agostini F, Mangone M, Ruiu P, Paolucci T, Santilli V, Brernetti A. Rehabilitation settings during and after covid-19: an overview of recommendations. J Rehabil Med. 2021; 53.

Fernandes PM, Mariani AW. Life post-COVID-19: symptoms and chronic complications [editorial]. São Paulo Med J. 2021; 139(1): 1-2. https://doi.org/10.1590/1516-3180.2021.139104022021

Silva LC, Pina TA, Ormond LS. Sequelas e reabilitação pós-covid19: revisão de literatura. Revista das Ciências da Saúde e Ciências aplicadas do Oeste Baiano –Higia. 2021; 6(1): 169-184.

Nielsen CC, Silva CC. Reabilitação pulmonar em pacientes após covid-19: uma proposta. Biblioteca Digital do Exército. 2020 Nov.

Cuidados de enfermagem de Reabilitação para pessoas com COVID-19. ORIENTAÇÕES – COVID-19. Mesa do colégio da especialidade de enfermagem de reabilitação. 2020.

Jin YH, Cai L, Cheng ZS, Cheng H, Deng T, Fan YP et al. A rapid advice guideline for the diagnosis and treatment of 2019 novel coronavirus (2019-nCoV) infected pneumonia (standard version). Military Medical Research. 2020; 7:4. https://doi.org/10.1186/s40779-020-0233-6

Yang F, Liu N, Wu JY, Hu LL, Su GS, Zheng NS. Pulmonary rehabilitation guidelines in the principle of 4S for patients infected with 2019 novel coronavirus (2019-nCoV). Zhonghua Jie He He Hu Xi Za Zhi. 2020; 43(0):E004. https://doi.org/10.3760/cma.j.issn.1001-0939.2020.03.007

Matos AP, Dias JL, Sardinha J. COVID-19: Relato Radiológico de Dois Casos. Gazeta. 2020; 7 (2): 208-212.

Brugliera L, Spina A, Castellazzi P, Cimino P, Tettamanti A, Houdayer E, et al. Rehabilitation of covid-19 patients [Letter to the editor]. J Rehabil Med. 2020; 52: jrm00046. https://doi.org/10.2340/16501977-2678

Garg P, Arora U, Kumar A, Malhotra A, Kumar S, Garg S et al. Risk factors for prolonged fatigue after recovery from COVID?19. J Med Virol. 2021; 93: 1926-1928. https://doi.org/10.1002/jmv.26774

Jianam LI. Rehabilitation management of patients with COVID-19: lessons learned from the first experience in China. European Journal of Physical and Rehabilitation Medicine. 2020; 56(3): 335-338. https://doi.org/10.23736/S1973-9087.20.06292-9

Chérrez-Ojeda I, Gochicoa-Rangel L, Salles-Rojas A, Mautong H. Follow-up of patients after COVID-19 pneumonia. Rev Alerg Mex. 2020; 67(4): 350-369. https://doi.org/10.29262/ram.v67i4.847

O'Sullivan O. Long-term sequelae following previous coronavirus epidemics. Royal College of Phtsicians. 2021: 21(1): e68-70. https://doi.org/10.7861/clinmed.2020-0204

Tenforde MW, Kim SS, Lindsell CJ, Billig Rose E, Shapiro NI, Files DC, et al. Symptom Duration and Risk Factors for Delayed Return to Usual Health Among Outpatients with COVID-19 in a Multistate Health Care Systems Network - United States. Morb Mortal Wkly Rep. 2020; 69(30):993–998. https://doi.org/10.15585/mmwr.mm6930e1

Nalbandian, A., Sehgal, K., Gupta, A. et al. Post-acute COVID-19 syndrome. Nat Med 27, 601–615 (2021). https://doi.org/10.1038/s41591-021-01283-z

Cacau LA, Mesquita R, Furlanetto KC, Borges DL, Forgiarni JR. LA, Maldaner V et al. Avaliação e intervenção para a reabilitação cardiopulmonar de pacientes recuperados da COVID-19. ASSOBRAFIR Ciência. 2020; 11(1): 183-193. http://dx.doi.org/10.47066/2177-9333.AC20.covid19.018

Mesa do Colégio de Enfermagem de Reabilitação. Guia Orientador de Boa Prática - Reabilitação Respiratória. Lisboa: Ordem dos Enfermeiros; 2018.

Ferreira BF, Tozato C, MolinarI CV, Papa V, Guizilini S, Ferreira VM et al. Reabilitação cardiopulmonar na covid-19. Rev Soc Cardiol Estado de São Paulo. 2020; 30 Supl 4: 531-536. http://dx.doi.org/10.29381/0103-8559/20203004531-6

Andrade SR, Ruoff AB, Piccoli T, Schmitt MD, Ferreira A, Xavier AC. O estudo de caso como método de pesquisa em enfermagem: uma revisão integrativa. Texto Contexto Enferm. 2017; 26(4): e5360016. http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072017005360016

Silva R, Carvalho A, Rebelo L, Pinho N, Araújo T, Ribeiro O et al. Contributos do referencial teórico de Afaf Meleis para a Enfermagem de Reabilitação. Revista de Investigação em Enfermagem. 2019: 35 – 44. https://www.researchgate.net/publication/337313131

Chinese Association of Chest Physician; Respiratory Rehabilitation Committee of Chinese Association of Rehabilitation Medicine. Recommendation of respiratory rehabilitation for PICS in critically ill patients with COVID-19. Zhonghua Jie He He Hu Xi Za Zhi. 2020; 43(9):737-743. http://dx.doi.org/10.3760/cma.j.cn112147-20200512-00592

Zhao HM, Xie YX, Wang C. Recommendations for respiratory rehabilitation in adults with coronavirus disease 2019. Chinese Medical Journal. 2020; 133(13): 1595-1602. https://dx.doi.org/10.1097/CM9.0000000000000848

Comitiva de Trabalho de Reabilitação Respiratória. Recomendações para a Retoma de Atividade das Unidades de Reabilitação Respiratória durante a fase de mitigação de infeção COVID-19. Sociedade Portuguesa de Pneumologia 2020.

Programa Nacional de Prevenção e Controlo de Infeções e das Resistências aos Antimicrobianos da Direção-Geral da Saúde. Prevenção e Controlo de Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19): Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Norma Nº 007/2020, (29/03/2020).

Morales-Blanhir JE, Vidal CD, Romero MJ, Castro MM, Villegas AL, Zamboni M. Teste de caminhada de seis minutos: uma ferramenta valiosa na avaliação do comprometimento pulmonar. J Bras Pneumol. 2011; 37(1): 110-117. https://doi.org/10.1590/S1806-37132011000100016

Moreira MA, Moraes MR, Tannus R. Teste da caminhada de seis minutos em pacientes com DPOC durante programa de reabilitação. J Pneumol. 2001; 27(4): 295-300. https://doi.org/10.1590/S0102-35862001000600002

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0.

Direitos de Autor (c) 2021 Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação

Downloads

Não há dados estatísticos.

  Acessos ao Resumo    1804
   
  PDF   881
 
  HTML   32