CUIDADOS DE ENFERMAGEM PARA A INCLUSÃO SOCIAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA FÍSICA ADQUIRIDA: REVISÃO INTEGRATIVA
PDF
HTML

Palavras-chave

participação social
cuidados de enfermagem
pessoas com deficiência
revisão

Categorias

Como Citar

1.
da Silva Pereira RS, Martins MM, Alves Machado WC, Pereira AI, Pereira AM, Chesani FH. CUIDADOS DE ENFERMAGEM PARA A INCLUSÃO SOCIAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA FÍSICA ADQUIRIDA: REVISÃO INTEGRATIVA. Rev Port Enf Reab [Internet]. 15 de Dezembro de 2020 [citado 23 de Junho de 2021];3(2):86-95. Disponível em: http://rper.aper.pt/index.php/rper/article/view/68

Citações

Dimensions

Resumo

Introdução: Os cuidados de enfermagem adequados podem promover a inclusão social da pessoa com deficiência física adquirida porque permitem a participação plena nas várias esferas da vida em sociedade, como no trabalho, saúde e lazer.

Objetivo: Analisar quais os cuidados de enfermagem desenvolvidos para a inclusão e participação social da pessoa com deficiência física adquirida.

Metodologia: Revisão integrativa da literatura. A pesquisa realizou-se nas bases de dados Web of Science, Scopus, no agregador de bases EBSCOhost e Biblioteca Virtual em Saúde, identificando-se estudos de 2010-2020.

Resultados: dos 615 estudos identificados incluíram-se 14 estudos demonstrando que alguns cuidados de enfermagem desenvolvidos são: a identificação de barreiras arquitetónicas e a promoção de transições de cuidado seguras e eficazes através do empoderamento da pessoa com deficiência.
Conclusão: A inclusão social das pessoas com deficiência física adquirida deve ser uma área de intervenção específica dos enfermeiros.

https://doi.org/10.33194/rper.2020.v3.n2.13.5827
PDF
HTML

Referências

Resolução da Assembleia da República n.º 56/2009, Aprova a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, N.º 146. Sect. Diário da República: 1.ª série (2009).

Holanda CM, Andrade FLd, Bezerra MA, Nascimento JP, Neves Rda F, Alves SB, et al. Redes de apoio e pessoas com deficiência física: inserção social e acesso aos serviços de saúde. Cien Saude Colet [Internet]. 2015 Jan; 20(1):[175-184 pp.]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25650611.

Kim KM, Shin YR, Yu DC, Kim DK. The Meaning of Social Inclusion for People with Disabilities in South Korea. International Journal of Disability, Development and Education [Internet]. 2017; 64(1):[19-32 pp.]. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/citedby/10.1080/1034912X.2016.1165802?scroll=top&needAccess=true.

Cobigo V, Brown R, Lachapelle Y, Lysaght R, Martin L, Ouellette-Kuntz H, et al. Social Inclusion: A Proposed Framework to Inform Policy and Service Outcomes Evaluation. Inclusion [Internet]. 2016; 4(4):[226-238 pp.]. Disponível em: https://meridian.allenpress.com/inclusion/article/4/4/226/261/Social-Inclusion-A-Proposed-Framework-to-Inform.

Schoeller SD, Bento LM, Lorenzetti J, Pires D, Klein AC. Processo de trabalho em reabilitação: a perspectiva do trabalhador e do usuário. Aquichan [Internet]. 2015; 15(3):[403-412 pp.]. Disponível em: https://aquichan.unisabana.edu.co/index.php/aquichan/article/view/4233/3987.

Brignol P, Schoeller SD, Silva DMGVd, Boell JEW, Lopes SGR, Lim DKS. Viver com deficiência física e o papel da rede de apoio. Revista de Enfermagem do Centro- Oeste Mineiro [Internet]. 2018; 8. Disponível em: http://seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/1957.

INE, PORDATA. População residente com deficiência segundo os Censos: total e por tipo de deficiência (2001) PORDATA: Base de Dados Portugal Contemporâneo; 2001 [updated 26-06-2015. Disponível em: https://www.pordata.pt/Portugal/Popula%C3%A7%C3%A3o+residente+com+defici%C3%AAncia+segundo+os+Censos+total+e+por+tipo+de+defici%C3%AAncia+(2001)-1239.

INE. Saúde e Incapacidades em Portugal 2011. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística; 2012. Disponível em:https://www.ine.pt/ngt_server/attachfileu.jsp?look_parentBoui=149447974&att_display=n&att_download=y.

Valença TDC, Lima PV, Chaves RN, Santana EdS, Reis LAd. Repercussões sociais da aquisição de uma deficiência física na vida de idosos. Revista Kairós Gerontologia [Internet]. 2017; 20(1):[41-55 pp.]. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/kairos/article/view/2176-901X.2017v20i1p41-55/22114.

Organização Mundial de Saúde. Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde 2004. Disponível em: https://www.dgs.pt/estatisticas-de-saude/documentos-para-download/classificacao-internacional-de-funcionalidade-incapacidade-e-saude-cif.aspx.

Organização Mundial de Saúde. Health Topics - Disabilities 2020 [Disponível em: http://origin.searo.who.int/topics/disabilities/en/.

Machado WCA, Silva HFd, Almeida WGd, De Figueiredo NMA, Martins MM, Henriques FMD, et al. Autocuidado para pessoas com deficiência adquirida: reflexão sobre intervenções de enfermagem frente aos enfrentamentos da reabilitação. Enfermagem em Foco. 2019;10(5).

Portillo MC, Cowley S. Working the way up in neurological rehabilitation: The holistic approach of nursing care. Journal of Clinical Nursing [Internet]. 2011; 20(11-12):[1731-1743 pp.]. Disponível em: https://www.scopus.com/inward/record.uri?eid=2-s2.0-79955755669&doi=10.1111%2fj.1365-2702.2010.03379.x&partnerID=40&md5=0d9db5e9c01845f2117769e86c0576db.

Alvarez AB, Machado WCA, Teixeira MLdO, Castelo Branco EMdS, Almeida de Figueiredo NM. Imagem corporal de paraplégicos: o enfrentamento das mudanças na perspectiva de pessoas com lesão medular [Body image in paraplegics: coping with changes from the perspective of people with spinal cord injury]. Revista Enfermagem UERJ. 2016;24(1). Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/16125/17872.

Sousa LMd, Marques-Vieira CMA, Severino SSP, Antunes AV. A Metodologia de Revisão Integrativa da Literatura em Enfermagem. Revista de Investigação em Enfermagem [Internet]. 2017:[17-26 pp.]. Disponível em: https://repositorio-cientifico.essatla.pt/bitstream/20.500.12253/1311/1/Metodologia%20de%20Revis%c3%a3o%20Integrativa_RIE21_17-26.pdf.

Decreto-Lei n.º 161/96, Regulamento do Exercício Profissional dos Enfermeiros, nº 205. Sect. Diário da República: 1.ª série (1996).

Pereira RSDS, Martins MM, Gomes B, Laredo-Aguilera JA, Santos J. A intervenção do enfermeiro de reabilitação na promoção da acessibilidade. Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação. 2018;1(2):66-72. Disponível em: https://www.aper.pt/Ficheiros/Revista/RPERV1N2.pdf.

Portillo MC, Cowley S. Social rehabilitation in long-term conditions: Learning about the process. Journal of Advanced Nursing. 2011;67(6):1329-1340. Disponível em: https://www.scopus.com/inward/record.uri?eid=2-s2.0-79955741305&doi=10.1111%2fj.1365-2648.2010.05600.x&partnerID=40&md5=46b0967b5e333535ecd2fadf16769c25 https://onlinelibrary.wiley.com/doi/pdfdirect/10.1111/j.1365-2648.2010.05600.x?download=true.

França ISXd, Coura AS, Sousa FSd, Almeida PCd, Pagliuca LMF. Qualidade de vida em pacientes com lesão medular. Revista Gaúcha de Enfermagem. 2013;34(1):155-163. Disponível em: ://MEDLINE:23781737.

Crews DC, Delaney AM, Walker Taylor JL, Cudjoe TKM, Nkimbeng M, Roberts L, et al. Pilot Intervention Addressing Social Support and Functioning of Low Socioeconomic Status Older Adults With ESRD: The Seniors Optimizing Community Integration to Advance Better Living with ESRD (SOCIABLE)Study. Kidney Medicine [Internet]. 2019; 1(1):[13-20 pp.]. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2590059519300019.

Granbom M, Kristensson J, Sandberg M. Effects on leisure activities and social participation of a case management intervention for frail older people living at home: a randomised controlled trial. Health & social care in the community [Internet]. 2017; 25(4):[1416-1429 pp.]. Disponível em: https://search.ebscohost.com/login.aspx?direct=true&db=cmedm&AN=28295847&lang=pt-br&site=ehost-live.

Machado WCA, Pereira JdS, Schoeller SD, Júlio LC, Martins MMFPdS, Figueiredo NMAd. Integralidade na rede de cuidados da pessoa com deficiência. Texto & Contexto - Enfermagem. 2018;27(3). Disponível em: ://SCIELO:S0104-07072018000300600.

Pires FRdO, Deitos BG, Schoeller SD, Santos SMAd, Vargas MAdO, Silva KM. Barreras y facilitadores arquitectónicos: un desafío para la independencia funcional. Index de Enfermería [Internet]. 2014; 23(3):[124-128 pp.]. Disponível em: http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1132-12962014000200002.

Pereira RSDS, Martins MM, Gomes BP, Schoeller SD, Laredo-Aguilera JA, Ribeiro I, et al. As autarquias e a promoção da acessibilidade arquitetónica. Revista de Enfermagem Referência. 2018;Série IV, nº18:29-38. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0874-02832018000300004&lang=pt.

Silva C, Oliveira F, Prazeres V, Ribeiro M, Ribeiro O. Novos desafios para velhos problemas- O Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação na Promoção da Acessibilidade. Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação. 2019;2:20-26.

St-Germain D, Boivin B, Fougeyrollas P. The Caring-Disability Creation Process model: a new way of combining 'Care' in nursing and 'Rehabilitation' for better quality of services and patient safety. Disability and Rehabilitation. 2011;33(21-22):2105-2113. Disponível em: ://WOS:000295340600020 https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.3109/09638288.2011.560330.

Silva CS, Pacheco M, Martins MM, Carvalho AE, Pereira RSDS, Machado WCA. Acessibilidade dos Edifícios destinados à prática de desporto nas pessoas com deficiência. Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação. 2019;2:27-32.

Nascimento VFd, Gonçalves RA, Jesus WGd, Graça BCd, Terças-Trettel ACP, Hattori TY. Acessibilidade de Pessoas com Deficiência da Residência à Unidade de Saúde da Família. 2019;21(3):255-259. Disponível em: https://search.ebscohost.com/login.aspx?direct=true&db=a9h&AN=139557407&lang=pt-br&site=ehost-live https://revista.pgsskroton.com/index.php/JHealthSci/article/download/6123/4689.

Neiseh F, Dalvandi A, Tabrizi KN, Shahboulaghi FM, Fallahi-Khoshknab M, Shemshadi H. Barriers and Facilitators to Emancipation Process in Persons with Physical Disability-A Grounded Theory. Journal of Evolution of Medical and Dental Sciences-Jemds. 2020;9(16):1379-1385. Disponível em: ://WOS:000535949900012.

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0.

Direitos de Autor (c) 2020 Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação

Downloads

Não há dados estatísticos.
168 visualizações

ISSN: 2184-3023      Identificadores:   Crossref logo   Crossref logo      Revisores:    

Indexado em: